30 de maio de 2010

Carlos Nunes


Carlos Ferreira da Silva Nunes nasceu no dia 20 de Dezembro de 1914.
Jogava como extremo-esquerdo e a única camisola que vestiu foi a do Futebol Clube do Porto, entre a temporada de 1932/33 e 1941/42.
Assim fez parte do plantel portista que venceu o Campeonato da I Liga em 1934/35, o que foi o primeiro campeonato nacional de futebol.
Na época de 1936/37, Carlos Nunes ajudou o F.C. Porto a vencer o Campeonato de Portugal.
Em 1937/38 e num jogo contra o Sporting C.P., Carlos Nunes entrou para a história, não só do clube como do futebol português, ao apontar 4 golos num clássico, o que nunca tinha acontecido antes. O resultado final acabou por ser uma vitória dos portistas por 10-1.
Para a época de 1938/39 a Federação extinguiu a Liga e o Campeonato de Portugal e decidiu organizar o Campeonato Nacional. F.C. Porto, Académico do Porto, Académica de Coimbra, F.C. Barreirense, Casa Pia A.C., C.F. Belenenses, S.L. Benfica e Sporting C.P., foram as equipas participantes nesse campeonato. No final os Dragões obtiveram 23 pontos, 10 vitórias, 3 empates, 1 derrota e 57 golos marcados, com 15 deles de autoria de Carlos Nunes.
Na temporada seguinte o campeonato foi alargado para dez equipas e em 18 partidas o F.C. Porto venceu por 17 vezes e sagraram-se Bi-Campeões Nacionais. Nessa temporada Carlos Nunes já poucas vezes jogou e terminou a sua carreira pouco depois.
Venceu também o Campeonato do Porto por 8 vezes.
Carlos Nunes representou ainda a Selecção Nacional por três vezes.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisãp (Portugal)
1 Campeonato de Portugal
1 Campeonato da I Liga
8 Campeonatos do Porto

23 de maio de 2010

Gabriel


Gabriel Azevedo Mendes nasceu no dia 30 de Maio de 1954 em Miragaia no Porto.
Estreou-se na equipa principal do Futebol Clube do Porto na temporada de 1974/75. Esteve ao serviço dos Dragões durante nove épocas onde foi sempre (á excepção do ultimo ano), o dono do sector direito da defesa portista.
Conquistou a Taça de Portugal em 1976/77 e sagrou-se Bi-Campeão Nacional em 1977/78 – 1978/79. Ainda venceu mais duas Supertaças Cândido de Oliveira.
Em 1980/81 conquistou a Taça Associação de Futebol do Porto.
Na época de 1982/83 perdeu a titularidade para o jovem João Pinto e apenas realizou 8 jogos. No final dessa temporada optou por sair do F.C. Porto para jogar no Sporting C.P., clube que representou por quatro épocas, no entanto sem nunca conhecer o sucesso que viveu nas Antas, tendo apenas vencido uma Taça Associação de Futebol de Lisboa, em 1984/85.
Em 1987/88 transferiu-se para o S.C. Covilhã. Disputou nove partidas e no final do campeonato colocou um ponto final na carreira.
Gabriel vestiu também a camisola da Selecção Nacional por 20 vezes.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
2 Supertaças Cândido de Oliveira
1 Taça Associação de Futebol do Porto
1 Taça Associação de Futebol de Lisboa

16 de maio de 2010

Soares dos Reis


Manuel Soares dos Reis nasceu no dia 11 de Março de 1911 em Penafiel.
Foi o primeiro guarda-redes internacional do Futebol Clube do Porto.
Dono da baliza dos Dragões durante oito temporadas, desde 1933/34 a 1943/44.
Venceu por nove vezes o Campeonato do Porto e fez parte do plantel portista que venceu o primeiro Campeonato da I Liga em 1934/35 e foi ainda Campeão de Portugal em 1936/37 e Campeão Nacional em 1938/39.
Em 1986, quando já contava com 76 anos, contou: “A maior parte dos jogadores não aparecia aos treinos. Uns porque trabalhavam, outros porque se alimentavam mal e não podiam esbanjar as energias que guardavam para os jogos oficiais”.
“Para mim era terrível jogar fora de casa. O publico estava junto de nós e tratava-nos do piorio. Tínhamos de jogar em duas frentes, defendendo os remates dos avançados e os do público. E os destes eram, muitas vezes, bem mais dolorosos”.
“O lugar de guarda-redes foi sempre ingrato. Depois dele, só há a baliza, o golo. Uma coisa posso dizer: não havia «frangos» nem «chapéus». O guarda-redes saia mais da baliza do que sai hoje. Eu era decidido: ou ia ou não ia”.
Depois de deixar o futebol ainda continuou ligar ao F.C. Porto.

Palmarés
1 Campeonato da 1ª Liga (Portugal)
1 Campeonato Nacional da 1ª Divisão (Portugal)
1 Campeonato de Portugal
9 Campeonatos do Porto

9 de maio de 2010

Alfredo Murça


Alfredo Manuel da Silva Murça nasceu no dia 17 de Janeiro de 1948 na Costa da Caparica.
Deu início à sua carreira de futebolista no Grupo Desportivo dos Pescadores da Costa da Caparica para depois se mudar para o C.F. Belenenses onde se estreou na equipa principal na época de 1968/69. No clube de Belém jogou durante seis temporadas tendo-se sagrado vice-campeão na época de 1972/73.
Em 1974/75 transferiu-se para o Futebol Clube do Porto. Vestiu a camisola dos Dragões durante sete temporadas onde fez parte do plantel que colocou um ponto final no jejum de 19 anos sem os portistas ganharem o campeonato. Em 1977/78 e 1978/79 sagrou-se Bi-Campeão Nacional e já antes tinha vencido uma Taça de Portugal na temporada de 1976/77. Conquistou ainda a Taça Associação de Futebol do Porto em 1980/81.
Na temporada de 1981/82 mudou-se para o V. Guimarães onde jogou durante mais 3 época, até terminar a sua carreira de futebolista em 1983/84.
Voltou a passar pelo F.C. Porto como treinador adjunto.
Faleceu no dia 24 de Agosto de 2007 após doença prolongada.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
1 Taça Associação de Futebol do Porto

2 de maio de 2010

Custódio Pinto


Custódio João Pinto nasceu no dia 9 de Fevereiro de 1942 no Montijo.
Começou a jogar futebol no C.D. Montijo, até que em 1961/62 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
Vestiu a camisola dos Dragões durante dez temporadas (1961/62 a 1970/71).
Esteve presente na noite de 16 de Setembro de 1964 numa partida em que o F.C. Porto venceu o Olimpique de Lyon por 3-0 e que marcou a primeira vitória da equipa portista nas competições europeias.
Foi o capitão dos portistas durante muito tempo e foi nessa condição que ergueu a Taça de Portugal de 1968 no Jamor onde o F.C. Porto derrotou o V. Setúbal por 2-1, com golos de Valdemar e Nóbrega.
Venceu por 5 vezes a Taça Associação de Futebol do Porto (1961/62, 1962/63, 1963/64, 1964/65 e 1965/66).
Custódio Pinto foi ainda junto com Américo e Alberto Festa um dos três “magriços” das Antas que marcaram presença no Campeonato do Mundo de Futebol de 1966.
No final de 1970/71 rumou ao V. Guimarães, mas para trás deixou dez temporadas com a camisola azul e branca. Disputou 242 jogos no campeonato e marcou 80 golos.
No fim da temporada de 1974/75, e quando ainda representava os vimarenenses, colocou um ponto final na carreira.

Palmarés
1 Taça de Portugal
5 Taças Associação de Futebol do Porto