22 de maio de 2011

OBRIGADO

A todos aqueles que tornaram esta época de 2010/11 numa época de sonho, um grande OBRIGADO.

15 de maio de 2011

Estádio Olímpico de Sevilha


O Estádio Olímpico de Sevilha, denominado Estádio Olímpico La Catuja, é um recinto multiusos situado na cidade de Sevilha no sul de Espanha.
Inaugurado no dia 5 de Maio de 1999 pelo Rei de Espanha, Juan Carlos I, o estádio recebeu nesse mesmo ano o Campeonato Mundial de Atletismo.
Com 72.000 lugares é o terceiro maior estádio de Espanha, ficando atrás do Camp Nou de Barcelona e do Santiago Bernabeu de Madrid. No entanto esses lugares permanecem vazios praticamente durante o ano inteiro devido à falta de eventos e assim uma obra de 120 milhões de euros fica quase abandonada.
O Estádio é gerido pela Sociedad Estadio Olímpico de Sevilla S.A., composta pela Junta de Andalucia (40%), o Governo Nacional de Espanha (25%), o Ayuntamiento de Sevilla (19%), pela Diputación provincial de Sevilla (13%) e 3% repartido pelos clubes de futebol da cidade e por dois bancos.
Para além do já referido Campeonato Mundial de Atletismo de 1999, o estádio recebeu a Final da Taça do Rei de 1998/99 entre o Valência F.C. e o Atlético de Madrid, ainda algumas partidas da Selecção Espanhola de Futebol e a Final da Taça Davis de Ténis de 2004.
O Estádio Olímpico de Sevilha fica também gravado na história do Futebol Clube do Porto já que no dia 21 de Maio de 2003 recebeu a final da Taça UEFA. Os Dragões defrontaram e venceram a formação escocesa do Celtic F.C., por 3-2 com golos de Derlei (2) e Alenitchev e venceram assim pela primeira vez a segunda prova mais importante organizada pela UEFA.

8 de maio de 2011

Festa

Alberto Augusto Antunes Festa nasceu no dia 21 de Julho de 1939 em Santo Tirso.
Foi no F.C. Tirsense que começou a jogar futebol, desde a formação até chegar à equipa principal.
Em 1960/61 chegou ao Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 5 de Novembro de 1961 no Estádio Padinha em Olhão onde os portistas empataram 1-1 com o S.C. Olhanense, numa partida que valeu para a 5ª jornada do Campeonato Nacional da época de 1961/62.
No dia 16 de Setembro e 1964, foi um dos titulares da equipa portista que venceu o Olimpique Lyonnais por 3-0 na 1ª mão da 1ª eliminatória da Taça dos Vencedores das Taças e que marcou o primeiro triunfo do F.C. Porto nas competições europeias.
Em 1966 foi um dos três “Magriços” das Antas, juntamente com Américo e Custódio Pinto, que marcaram presença no Campeonato do Mundo de Futebol de Inglaterra.
Em 1968 ainda fez parte do plantel que conquistou a Taça de Portugal depois da vitória do F.C. Porto sobre o V. Setúbal por 2-1 na Final do Jamor.
Ganhou por cinco vezes a Taça Associação de Futebol do Porto (1961/62, 1962/63, 1963/64, 1964/65 e 1965/66).
Vestiu a camisola azul e branca durante oito temporadas onde foi o defesa direito dos Dragões.
Na temporada de 1968/69, Festa regressou ao F.C. Tirsense para competir durante mais quatro épocas, até terminar a sua carreira no final da temporada de 1971/72.

Palmarés
1 Taça de Portugal
5 Taças Associação de Futebol do Porto

2 de maio de 2011

Campo do Ameal


O Campo do Ameal, pertencente ao Club Sport Progresso, serviu de palco a diversas partidas do Futebol Clube do Porto nas décadas de 1920 e 1930.
O complexo desportivo do clube de Paranhos, era na época um dos mais modernos e mais belos com um imponente relógio na cobertura da bancada central a servir de imagem de marca.
Os Dragões viram-se na obrigação de recorrer ao recinto do seu vizinho já que o Campo da Constituição começava a ser pequeno principalmente nos jogos mais importantes.
O Campo do Ameal ficou dessa forma ligado à história do F.C. Porto e onde não faltaram momentos de glória.