30 de novembro de 2015

Pena

Renivaldo Pereira de Jesus, mais conhecido por Pena, nasceu no dia 19 de Fevereiro de 1974 em Vitória da Conquista no Estado da Bahia no Brasil.
Depois de ter passado pelos escalões de formação do Serrano S.C. integrou o plantel principal do clube da Bahia em 1994. No ano seguinte rumou ao Conquista F.C., outro emblema da Bahia, onde jogou durante dois anos. Em 1997 Mudou-se para o Estado de São Paulo onde jogou no Rio Branco E.C. e no E.C. Paraguaçuense em 1998, ano em que veio também a representar o Ceará S.C. Em 1999 viajou para a Europa com ruma à Suíça para ingressar no Grasshopper C.Z. mas a aventura europeia apenas durou alguns meses já que voltou ao Brasil ainda em 1999 para jogar novamente no Rio Branco E.C. Transferiu-se depois para o S.E. Palmeiras onde conquistou o Torneio Rio-São Paulo de 2000.
Em 2000/01 Ingressou no Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 9 de Setembro de 2000 no Estádio das Antas onde os portistas receberam e venceram o F.C. Paços de Ferreira por 2-1, com Pena a marcar os dois golos da vitória, num jogo que contou para a 3ª jornada do Campeonato Nacional de 2000/01.
Pena depressa se adaptou à equipa portista e depois dos dois golos apontados na estreia, ainda veio a marcar nas oito partidas seguidas, tornando-se na referência do ataque da equipa de Fernando Santos.
No final dessa temporada conquistou a Taça de Portugal, realizada a 10 de Junho de 2001 no Estádio do Jamor onde os portistas venceram o C.S. Marítimo por 2-0 com golos de Pena e Alenitchev.
Pena foi ainda o melhor marcador do Campeonato Nacional com 22 golos apontados.
A época de 2001/02 trouxe apenas a conquista da Supertaça Cândido de Oliveira e Pena ficou-se pelos 6 golos no Campeonato Nacional e 7 para as Competições Europeias. No final dessa temporada deixou os Dragões.
Pena nas duas temporadas que representou o F.C. Porto, conquistou 2 Títulos, disputou 87 jogos oficiais e marcou 42 golos.
Na temporada seguinte seguiu para França para ingressar por empréstimo no R.C. Strasbourg. Já em 2003/04 regressou a Portugal e ainda por empréstimo representou o S.C. Braga e em 2004/05 o C.S. Marítimo. A meio do ano de 2005 voltou ao Brasil, e já desvinculado do F.C. Porto ingressou no Botafogo F.R. Em 2006 transferiu-se para o Paulista C.F. Em 2007 passou pelo A.D. Confiança e em 2008 voltou a casa, ao Serrano S.C. ainda teve uma passagem pelo Madre de Deus S.C. em 2009 mas voltou ao Serrano S.C. em definitivo onde viria a terminar a sua carreira de futebolista em 2011.

Palmarés
1 Taça de Portugal
1 Supertaça Cândido de Oliveira
1 Torneio Rio-São Paulo

23 de novembro de 2015

António Martins Ribeiro

António Martins Ribeiro foi o 7º presidente do Futebol Clube do Porto.
Em Junho de 1916 sucedeu a António Borges d´Avellar e presidiu os destinos do clube até meio de 1917.
Durante o seu mandato o F.C. Porto venceu o Campeonato do Porto e também a Taça Associação de Futebol do Porto. 
Ainda houveram outros troféus não oficiais, mas ainda assim importantes, como a Taça de Honra, a Taça Salão Sport e a Taça Jornalistas Sportivos.

16 de novembro de 2015

Camilo

Camilo Alves Barros foi um defesa que passou pelo Futebol Clube do Porto nas décadas de 30 e 40.
Depois de ter estado largos anos no S.C. Espinho, e de ter passado pelos Açores, ingressou no F.C. Porto na temporada de 1930/31.
Camilo estreou-se com a camisola dos Dragões no dia 22 de Fevereiro de 1931 numa partida a contar para a 6ª jornada do Campeonato do Porto da temporada de 1930/31, em que os portistas venceram a formação do Sport Progresso por 1-0. Nessa época de 1930/31, Camilo venceu o Campeonato do Porto, competição que voltou a ganhar na temporada seguinte, antes de deixar o F.C. Porto, no entanto regressou aos Dragões em 1934/35 para ser utilizado apenas numa partida a contar para o Campeonato do Porto, prova que mais uma vez ajudou a conquistar.
Pouco depois viu-se obrigado a ser submetido a uma operação a um joelho que o impediu de praticar futebol durante bastante tempo, mais tarde recuperou e começou por dar o seu contributo na equipa de reservas.
Na temporada de 1943/44, Camilo voltou a fazer parte do plantel principal do F.C. Porto, numa época onde voltou a vencer mais um Campeonato do Porto. Na época seguinte voltou a sagrar-se Campeão do Porto.
Em 1945/46, com a lesão do habitual titular, Vitor Guilhar, Camilo teve um papel ainda mais importante na defesa dos portistas, que voltaram a conquistar o Campeonato do Porto.
No final da temporada de 1945/46 deixou o F.C. Porto.

Palmarés
6 Campeonatos do Porto

9 de novembro de 2015

Charles Allwood

Charles Allwood de origem inglesa, foi um futebolista que jogou nas primeiras equipas da história do Futebol Clube do Porto.
Chegou aos Dragões vindo do Oporto Cricket Club em 1910 e manteve-se até 1914.
Ajudou os portistas a vencer jogos importantes e que ficaram na história, quer do F.C. Porto, quer do futebol português.
Em Março de 1912 esteve presente na primeira vitória dos Dragões sobre um clube estrangeiro, no caso o Real Fortuna de Vigo, o resultado da partida terminou 4-1. Ainda em 1912 mas já no mês de Outubro, Allwood também marcou presença no primeiro triunfo dos azuis e brancos em Lisboa sobre o Club Internacional de Foot-Ball por 3-2.
Em 1913 esteve presente no Torneio de Inauguração do Campo da Constituição.

2 de novembro de 2015

Esquerdinha

José Marcelo Januário de Araújo, mais conhecido por Esquerdinha, nasceu no dia 06 de Maio de 1972 em Caiçara no Rio Grande do Sul, Brasil.
Com 12 anos começou a jogar no Botafogo F.C. da cidade de João Pessoa, no estado da Paraíba, mas foi no clube vizinho, o Santos F.C. que se estreou a nível profissional em 1990, quando contava apenas 18 anos e onde permaneceu durante duas épocas. Em 1992 regressou ao Botafogo F.C. onde esteve outros dois anos. Em 1994 passou pelo S.C. Corinthians Alagoano e depois seguiu-se o E.C. Paraguaçuense. Já em 1995 estava no E.C. Bahia e em 1996 transferiu-se para o Fluminense F.C., depois ingressou no E.C. Vitória onde esteve até meio de 1998 no qual conseguiu os primeiros títulos da sua carreira, com o tricampeonato baiano e o bicampeonato da Copa do Nordeste.
No início da época de 1998/99 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
Estreou-se em jogos oficiais na equipa comandada por Fernando Santos no dia 13 de Fevereiro de 1999 no Estádio D. Afonso Henriques no jogo da 22ª jornada do Campeonato Nacional de 1998/99 quando os portistas defrontaram o V.Guimarães, com os vimaranenses a vencer por 3-2.
Com a camisola dos Dragões venceu a Supertaça Cândido de Oliveira em 1999 e 2000, conquistou a Taça de Portugal em 1999/00 e 2000/01 e sagrou-se Campeão Nacional em 1998/99. Esquerdinha representou o F.C. Porto durante três temporadas, nesse período de tempo disputou 87 partidas oficiais e marcou 9 golos. Em 2001/02 rumou a Espanha para defender as cores do Real Zaragoza, mas na temporada seguinte estava de regresso a Portugal para ingressar na Associação Académica de Coimbra, onde esteve apenas uma temporada e ainda em 1993 voltou ao Brasil para jogar no Goiás E.C.. Em 2007 voltou a casa, ou seja, ao Botafogo F.C., clube que lhe abriu as portas para o mundo do futebol e onde terminou a sua carreira de futebolista no final desse ano.

Palmarés
1 Campeonato Nacional 1ª Divisão (Portugal)
2 Taças de Portugal
2 Supertaças Cândido de Oliveira
3 Campeonatos da Bahia
2 Copas do Nordeste