29 de junho de 2015

Pedro Mendes

Pedro Miguel da Silva Mendes nasceu no dia 26 de Fevereiro de 1979 em Moreira de Cónegos, Guimarães.
Passou por todos os escalões de formação do V. de Guimarães, com uma breve incursão pelos Sub-17 do G.D. Ribeira da Pena, até chegar a sénior na época de 1998/99, sendo emprestado ao F.C. Felgueiras. Na temporada seguinte que já fez parte do plantel principal dos vimaranenses onde esteve durante quatro épocas, tendo passado a ser um dos futebolistas portugueses mais cobiçados.
no início da época de 2003/04 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 10 de Agosto de 2003 no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, onde os portistas defrontaram e venceram o União de Leiria por 1-0, no jogo da Supertaça Cândido de Oliveira de 2003/04.
Pedro Mendes esteve ao serviço dos portistas apenas uma temporada, mas bastou-lhe para conquistar o troféu mais ambicionado do futebol mundial: a Liga dos Campeões Europeus. Apesar de não ter sido um dos jogadores habitualmente titulares na equipa orientada por José Mourinho, Pedro Mendes foi sempre um jogador importante e prova disso são os 41 jogos em que participou, tendo sido utilizado em 10 partidas das 13 que os Dragões disputaram na prova europeia.
A juntar à vitória na Liga dos Campeões, conquistou a Supertaça Cândido de Oliveira e ajudou a ganhar o Campeonato Nacional.
Em 2004/05 rumou a Inglaterra para vestir a camisola do Tottenham Hotspur F.C., no clube de Londres esteve duas épocas e na temporada de 2005/06 mudou-se para o Portsmouth F.C. onde permaneceu por quatro anos e onde conquistou a Taça de Inglaterra de 2007/08. Em 2008/09 transferiu-se para os escoceses do Rangers F.C. tendo no emblema de Glasgow conquistado a Taça da Escócia de 2008/09 e o Campeonato de 2008/09 e de 2009/10. Em Janeiro de 2010 chegou a acordo com o Sporting C.P. e regressou a Portugal para representar o clube leonino durante uma temporada e meia. Em 2011/12 voltou ao seu clube do coração, o V. de Guimarães, tendo terminado a sua carreira de futebolista no final dessa temporada.
Pedro Mendes foi Internacional por Portugal 12 vezes. Esteve presente no Campeonato do Mundo de 2010.
No dia 25 de Julho de 2014 esteve presente no Estádio do Dragão para voltar a vestir a camisola do F.C. Porto no jogo de despedida e homenagem a Deco.

Palmarés
1 Liga dos Campeões
1 Campeonato Nacional 1ª Divisão
2 Campeonatos da Escócia
1 Supertaça Cândido de Oliveira
1 Taça da Escócia
1 Taça de Inglaterra

22 de junho de 2015

Aires Pereira

Augusto Aires Pereira foi um dos primeiros guarda-redes da história do Futebol Clube do Porto.
Na temporada de 1912/13 ingressou no F.C. Porto. Começou por disputar poucos jogos já que se viu tapada pelo britânico Peter Janson que na altura era o dono indiscutível da baliza dos Dragões e foi só a partir de 1914/15 que Aires Pereira passou a ser utilizado com mais frequência mas ainda assim teve que dividir a titularidade com o seu companheiro Manuel Valença.
Aires Pereira esteve por cinco temporadas ao serviço do F.C. Porto e dessa forma contribuiu para a conquista de três Campeonatos do Porto (1914/15, 1915/16 e 1916/17), duas Taças Associação de Futebol do Porto (1915/16 e 1916/17) e ainda participou na Taça José Monteiro da Costa que os portistas conquistaram em 1916, depois de terem vencido a prova em 1911, 1912, 1914 e 1915. No entanto a Taça era ganha pela equipa que vencesse a prova por três vezes.

Palmarés
3 Campeonatos do Porto
2 Taças Associação de Futebol do Porto

15 de junho de 2015

Naftal

Domingos Lucas Naftal nasceu no dia 23 de Abril de 1941 em Moçambique.
Na temporada de 1963/64 ingressou no Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola azul e branca aconteceu no dia 26 de Abril de 1964 no Estádio das Antas quando os portistas venceram o V. Guimarães por 3-1, com Naftal a ter uma estreia em grande ao apontar o primeiro golo dos portistas, o jogo esse, valeu para a 1ª mão dos quartos-de-final da Taça de Portugal.
Naftal ainda ajudou a conquistar a Taça Associação de Futebol do Porto por três vezes.
Ao serviço dos Dragões, o avançado moçambicano esteve durante três temporadas, tendo realizado 18 partidas oficiais e apontado 9 golos, com alguns até muito importantes e que valeram vitórias, como por exemplo no jogo da 21ª jornada do Campeonato Nacional de 1964/65 quando os portistas foram ao Estádio do Restelo vencer o Belenenses por 1-0, ou na jornada seguinte com o S.L. Benfica a sair do Estádio das Antas derrotado por 1-0.
No final da época de 1965/66 deixou as Antas. Em 1966/67 transferiu-se para o V. Guimarães. Na época seguinte rumou a Santo Tirso para defender as cores do F.C. Tirsense onde esteve durante duas épocas. Em 1969/70 foi contratado pelo A.C. Marinhense tendo estado no clube da Marinha Grande durante três épocas e onde terá colocado um ponto final na sua carreira de futebolista no fim da temporada de 1971/72.

Palmarés
3 Taças Associação de Futebol do Porto

1 de junho de 2015

Joaquim Pereira da Silva

Joaquim Pereira da Silva foi o quinto presidente do Futebol Clube do Porto.
Sucedendo a Guilherme do Carmo Pacheco, assumiu a presidência do clube depois de ter sido eleito no dia 8 de Junho de 1912.
Durante o seu mandato, viu a principal equipa de futebol dos Dragões a conseguir a primeira vitória em Lisboa ao derrotar o Club Internacional de Foot-Ball por 3-2.
Mais importante ainda foi a Inauguração do Campo da Constituição que teve o primeiro jogo no dia 1 de Janeiro de 1913. Joaquim Pereira da Silva foi um dos principais impulsionadores da obra que teve o aval para avançar na assembleia-geral realizada a 12 de Julho de 1912.
Outro marco importante para o F.C. Porto no mandato de Joaquim Pereira da Silva foi a conquista da Taça Clube União do Norte, que foi o primeiro troféu que os Dragões conquistaram na sua história.
Joaquim Pereira da Silva que presidiu os portistas até ao final de 1913, foi Presidente do Conselho Fiscal em 1916 e Presidente da Assembleia-Geral em 1919.